Google

Os erros mais comuns na alimentação dos filhos

por

A alimentação das crianças é de responsabilidade dos pais! A nutricionista Angélica Padilha nos contou quais são os erros mais comuns que os pais cometem quando o assunto é a alimentação dos filhos…

Veja se você comete algum desses erros e deixe um comentário!

Boa leitura…

———————————————-

Alguns erros comuns na alimentação infantil

O Brasil antigamente sofria pela grande incidência de crianças desnutridas, mas atualmente tem se tornado um país de crianças com excesso de peso. A dieta desbalanceada, com alto teor de gordura e açúcar são um dos fatores que influenciam esse aumento de peso nas crianças, que estão cada vez mais propensas a se tornarem adolescentes e adultos obesos.

A solução desse problema está na busca da melhora da qualidade da alimentação infantil. A criança deve consumir quantidades adequadas de calorias, proteínas, carboidratos, gorduras, fibras, minerais e vitaminas para crescerem com saúde.

Mas, além de consumir a quantidade correta, os pais devem prestar atenção para não cometer os seguintes erros:

- Não devem dizer sempre sim, pois as crianças precisam de limites, pois não possuem consciência do que pode fazer mal para a saúde. A criança sem limites vai abusar das calorias e das guloseimas. Pode-se até estipular um dia da semana para flexibilizar o consumo de alimentos mais calóricos para que a criança entenda que esse tipo de alimento não é indicado para o consumo diário;

- Jamais oferecer comida como forma de recompensa;

- Não ceder ao primeiro “não gosto”. Os alimentos, uma vez rejeitados, devem ser novamente oferecidos, ao longo de um tempo e em preparações diferentes, por até 10 vezes (por exemplo: cenoura crua ralada, cenoura cozida em rodelas, bolo de cenoura, muffin de cenoura, purê, etc).  O hábito de consumir determinados alimentos é algo que cada indivíduo vai construir durante a vida e, desde cedo, deve-se estimular que a criança prove os mais variados tipos de alimentos;

E por fim, os pais devem ser o exemplo. É de extrema importância que os pais consumam os mesmos alimentos que seus filhos. A criança copia e observa tudo que os pais estão fazendo, por isso não adianta fazer a criança comer algo que você mesmo não consome. Nada melhor do que ver os pais comendo frutas, verduras e legumes para fazer com que as crianças tenham uma alimentação saudável.

São pequenos atos e escolhas dos pais que fazem a diferença na formação de um hábito alimentar saudável pelos seus filhos. Nesse processo, além do exemplo, pesa a determinação dos pais – que também precisam ser educados ou reeducados. Ao realizarem com seus filhos a educação alimentar, a chance deles se tornarem adultos mais saudáveis é muito maior, por isso investir em uma alimentação equilibrada, balanceada e de qualidade é essencial.

 

Escrito por Angélica Padilha (angelica.padilha@uol.com.br) – Nutricionista, palestrante, colunista, criadora do projeto “Chega de Adiar” e apaixonada por nutrição e alimentação saudável.

Gostou?

Então deixe um comentário! Conte sua experiência…

Compartilhe com outros pais…

A UNIMP é um espaço de compartilhamento de experiências e descoberta de novos caminhos e ferramentas que facilitem o processo de educação e relacionamento entre pais e filhos. Nossa missão é auxiliar os pais a resgatarem sua autoconfiança e a desvendarem um caminho mais tranquilo, seguro e feliz no processo educacional de seus filhos, tornando-os assim, companheiros de jornada e transformando a família em um porto seguro, que lhes dá inspiração para seguir ultrapassando os obstáculos que a vida pode proporcionar e conquistando sonhos.

2 Comments to Os erros mais comuns na alimentação dos filhos

Gostou? Deixe um comentário!!!

  1. Sou diabética tipo 1 há 19anos e na gravidez me deu vários problemas de saúde!
    Fui obrigada a saber cuidar da diabetes perfeitamente, isso incluindo a alimentação.
    Hj, a Catharina segue quase a mesma dieta que eu:
    Verduras, legumes, frutas e muita água!
    Como ela é criança e precisa de energia, agrado-a com uma bala ou um danone ou uma bolacha recheada, enfim… Tudo desnutro do limite! E na escolinha, ficam todos impressionados com a alimentação dela! Hj me orgulho descer uma dqud faz algo certo!

  2. Angélica Padilha

    Olá Catia,

    Fiquei muito feliz com o seu comentário. Parabéns por incentivar sua filha a seguir uma alimentação saudável e equilibrada, essa atitude é fundamental, pois quando adquirimos o hábito alimentar saudável durante a infância, este refletirá diretamente no crescimento e desenvolvimento adequado, garantindo assim que o mesmo permaneça ao longo da vida.
    Desejo de coração que você continue sendo um bom exemplo para Catharina. O seu empenho para criar hábitos saudáveis é essencial. Com isso, você está fazendo a sua parte para que, quando adulta, ela viva melhor, por mais tempo e com menos doenças.

    Um beijo